Concreto Celular

Tecnologia alemã, desenvolvida em solo nacional pela Faial.
Prestamos serviços em
todo o território nacional
com equipamento móvel.

Concreto celular é um composto leve que consiste na inserção de microbolhas de ar em uma argamassa. Formado a partir da mistura de cimento Portland, água, areia (quando necessário) e aditivos químicos patenteados (agente expansor).
O processo é executado in loco através de agitação mecânica, adição de microbolhas por compressor de ar adaptado e bombeado para o local da aplicação.

Esse tipo de concreto se diferencia na sua estrutura composta por micro células vazias, uniformemente distribuídas na massa e estáveis, produzindo um concreto com massa específica a partir de 400 Kg/m³ até 1.800 Kg/m³, tendo o concreto convencional por volta de 2.400 Kg/m³.

Especializada na elaboração e aplicação de Concreto Celular Leve (Concreto de densidade controlada), acumulando experiência com mais de 1.000.000 de m³ já executados. Possui tecnologia própria incluindo aditivos espumígenos, dosagens, mistura e bombeamento para a execução de seus serviços que requerem tanto médias e baixas densidades para as mais diversas aplicações.

Tendo mercado também na área pela execução de diversos Reforços Estruturais por aumento de seção, acréscimo de armadura, perfil metálico, chapas de aço e fibra de carbono.

 

As áreas de atuação incluem
– Concreto celular
– Reforço estrutural
– Tratamento de concreto aparente
– Injeções em trincas e fissuras
– Tratamento de ferragem oxidada
– Estruturas de contenção
– Reformas

Diferencial do Concreto Celular

Composta por micro células vazias, uniformemente distribuídas na massa e estáveis, produzindo um concreto com massa específica a partir de 400 Kg/m³ até 1.800 Kg/m³, tendo o concreto convencional por volta de 2.400 Kg/m³.

1. Propriedades
  • Resistência a compressão

A resistência a compressão simples é função da massa específica, do consumo de cimento por metro cúbico, da relação água-cimento e do procedimento adotado para cura e execução.

  • Tempo de cura

A cura se da rapidamente permitindo a desforma ou utilização do local de aplicação após 24h, dependendo da temperatura ambiente e do cimento utilizado

  • Condutibilidade térmica

O coeficiente de condutibilidade térmica é relacionado a massa específica do material considerado. Através do método ASTM C177 ensaios executados chegaram a uma taxa de 0,11 W/m.K para a menor densidade e 0,52 W/m.K para a maior densidade.

Muitas vezes esse coeficiente é suficiente para dispensar materiais isolantes de enchimento como o poliestireno expandido.

  • Isolamento acústico

Pelas mesmas características físicas que proporcionam uma pequena condutibilidade térmica, também proporcionam uma baixa condutibilidade acústica.

  • Trabalhabilidade

Pela ação lubrificante das bolhas de espuma e sua baixa densidade, o concreto celular apresenta ótima trabalhabilidade. Material autonivelante que dispensa vibração mecânica.

  • Permeabilidade

Devido a homogeneidade do material e incomunicabilidade dos vazios, estruturas de concreto celular apresentam uma impermeabilidade superior às estruturas convencionais.

3. Vantagens do uso de Concreto Celular
  • Alívio de carga estrutural
  • Diminuição do consumo de materiais, geração de resíduos e o cronograma da obra
  • Isolamento térmico e acústico
  • Incombustível
  • Autonivelante
  • Diminuição da pressão hidrostática
  • Dispensa vibração e compactação
  • Baixa retração
  • Alta produtividade
  • Redução do custo e da mão de obra comparado à argila expandida e piso elevado
  • Bombeável até 100m de altura
  • Não deteriora
  • Boa liga com outros materiais
  • Melhor custo benefício entre EPS (isopor), argila expandida e piso elevado
4. Características técnicas de acordo com a densidade

– Cimento Portland CP II

– Estas propriedades dependem do cimento utilizado e das condições de cura.

5. Aplicações do Concreto Celular

As principais aplicações do produto são enchimentos, fechamentos, isolamentos e envelopamento nas mais diversas áreas da construção civil.

 

  • Enchimento de lajes e contrapisos
  • Envelopamento de tubulações (telefônica, elétrica, hidráulica, gás, caldeiras e etc.)
  • Substituição de aterros em muro de arrimo para a diminuição da pressão hidrostática
  • Vazios de esgotos, bueiros e galerias
  • Preenchimento de falhas geológicas
  • Parte do processo de renovação de solos industriais contaminados
  • Estabilização de solos com movimentações
  • Nivelamento de pisos
  • Substitui o EPS, a argila expandida (Cinasita) e a utilização de piso elevado
6. Produção
  • Bombeamento – Capacidade de 40 m³ por dia
  • Execução em espaços de difícil acesso
  • Baixo efetivo – Controle e execução com apenas 3 funcionários
  • Material único – Elimina descargas de material na obra e deslocamento excessivo
  • Centro único de produção
7. Serviços inclusos
  • Mão de obra
  • Aditivo FAIALTEX para concreto celular
  • Equipamento próprio e adaptado
  • Execução, bombeamento, lançamento e espalhamento
  • Limpeza geral

Contate-nos

faial@uol.com.br

R. Mirassol, 333 – Saúde - São Paulo - CEP.: 04044-010